04/02 – Dia Mundial do Combate ao Câncer: Prevenção e diagnóstico de tumores oculares

04/02 - Dia Mundial do Combate ao Câncer: Prevenção e diagnóstico de tumores oculares
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O Dia Mundial do Combate ao Câncer é uma data que é lembrada todo ano no dia 4 de fevereiro, uma campanha de utilidade pública coordenada pela União Internacional para controle do Câncer (UICC).

Esta data tem o objetivo de conscientizar as pessoas sobre os cuidados para prevenção e diagnóstico precoce do câncer a fim de possibilitar que os pacientes tenham o tratamento.

Sabemos que câncer são tumores malignos ou benignos, que podem desenvolver-se em muitas partes do corpo como os tumores oculares, que não são muito populares, mas atingem uma parte da população.

Tumores malignos podem ocasionar a morte do paciente, já os benignos não colocam a vida em risco, mas pode afetar ambos os olhos, por isso é importante ressaltar que tumores benignos se não tratados nos estágios iniciais ou são tratados de forma inadequada, pode causar sequelas que comprometem a qualidade de vida do paciente como a perda de visão ou a retirada do olho.

Vale destacar os tumores mais comuns. São eles:

  • Melanoma de coroide: tumor intraocular, comum em adultos;
  • Retinoblastoma: tumor intraocular maligno, afeta crianças de 0 a 6 anos;
  • Carcinoma de células escamosas: tumor presente na superfície ocular, comum em adultos.

Sintomas e diagnósticos

Nos primeiros estágios, é comum que tenha uma vermelhidão nos olhos que se instala por meses, além de visão embaçada, que mesmo com a utilização do óculos não apresenta melhora. Pode também acontecer a aparição de um pigmento marrom, com um crescimento progressivo em adultos e o aparecimento de manchas brancas e avermelhadas na parte externa dos olhos.

É necessário um diagnóstico precoce para que o tratamento seja feito o quanto antes, pois, quando necessário o tratamento pode envolver a retirada da pálpebra ou do olho. Há uma grande preocupação quando os tumores oculares atingem uma parcela da visão, causando também uma cegueira irreversível, principalmente quando se trata de tumores malignos.

O diagnóstico é dado por um médico oftalmologista, porém em casos mais complexos é necessário exames complementares como uma ultrassonografia ocular.

Tratamento

Alguns tumores podem ser evitados como o caso de carcinoma de células escamosas, que pode ser usado uma proteção contra os raios ultravioletas transmitidos pelo sol, e consultas oftalmológicas periódicas. 

Uma vez que tenha recebido o diagnóstico, é necessário procurar por uma clínica especializada para iniciar o tratamento e recomendar o melhor tratamento possível para você.

Formas comuns de tratamento são cirurgias, quimioterapia, radioterapia e braquiterapia. Mas, existem tratamentos auxiliares para promover a melhora do tumor ocular, porém o oftalmologista responsável saberá qual será o melhor tratamento para cada paciente. As técnicas variam em crioterapia, termoterapia transpupilar e radioterapia de feixe externo. E em último caso, a cirurgia de remoção do globo ocular, que é uma alternativa apenas quando não existe uma solução terapêutica. 

Conte com o IOA!

O Instituto de Olhos da Amazônia é uma clínica oftalmológica, que garante toda qualidade e eficiência nos tratamentos, além de proporcionar os melhores equipamentos para realizar tudo com agilidade e conforto. 

Por isso, pensando em tratamento de tumores oculares procure por um atendimento completo feito por médicos especializados. E o IOA garante toda eficiência e conforto para você.

Agende sua consulta conosco!