Dia Internacional da Mulher: Síndrome do olho seco é mais comum em mulheres

Dia Internacional da Mulher Síndrome do olho seco é mais comum em mulheres
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

No dia 8 de março é comemorado o dia internacional da mulher. Esta pode ser uma oportunidade de relembrar as questões de saúde da mulher, bem como a saúde dos olhos.

Falando historicamente, as mulheres tendem a se cuidar mais quando a questão é saúde, porém quando está relacionada aos olhos, acabam por se preocupar apenas quando a situação vira um problema, há uma estimativa que a cegueira afeta 39 milhões em todo mundo, mas quando citamos gêneros, as mulheres são as mais atingidas.

Como o caso da Síndrome do olho seco que é 3 vezes mais frequente no sexo femino em relação ao masculino. Isso se dá porque o olho seco é uma condição que está mais relacionada aos hábitos do cotidiano como o uso de cosméticos, alterações hormonais e uso prolongado de anticoncepcionais. 

Essa condição pode estar presente na menopausa, fase onde ocorrem variações hormonais e, consequentemente, algumas regiões do corpo são afetadas, como os olhos. Essa variação hormonal, faz com que a mulher tenha uma grande redução na produção de estrogênio e com a alteração desses níveis, acontece a diminuição da lubrificação dos olhos.

O hábito comum de usar maquiagens, pode estar ligado com a síndrome do olho seco, caso não esteja tomando os cuidados corretos. A aplicação de produtos nos cílios, pode causar alguns incômodos e evoluir para outros problemas oculares.

Não significa que você precisa evitar completamente o uso de cosméticos, apenas algumas medidas eficientes, como evitar o uso de produtos fora de validade, higienização de pincéis, não compartilhar pincéis e cosméticos e a retirada completa da maquiagem com produtos de qualidade, podem evitar a causa da síndrome do olho seco.

Outro fator de risco é o uso prolongado de computadores e não ter o hábito de piscar, então o ideal é colocar o monitor abaixo do nível dos olhos, além de ajudar a mantê-los úmidos, podem colaborar para a prevenção da síndrome.

O que é a síndrome do olho seco?

O olho seco é uma alteração que ocorre quando não existe a produção de lágrima em qualidade e quantidade suficientes. A lágrima é responsável por proteger toda a superfície dos olhos de infecções, além de umedecer os olhos e manter a manutenção da córnea. 

As lágrimas são produzidas pelas glândulas lacrimais, quando piscamos essa lágrima se espalha e torna a córnea brilhante e transparente, formando o filme lacrimal que é constituído por três camadas: lipídica, aquosa e mucina. 

O olho seco acontece quando há a falta desses constituintes, e também quando essa qualidade se altera.

Sintomas

As pessoas que sofrem de olho seco, podem observar sintomas comuns, que podem causar desconforto, por isso é importante estar atento aos sinais que os olhos dão, quando há algum problema. Veja:

  • Coceira;
  • Queimação;
  • Vermelhidão;
  • Visão embaçada;
  • Lacrimejamento excessivo;
  • Sensibilidade a luz;

Tratamento 

O tratamento pode ser feito pela utilização de colírios. Melhorar a alimentação pode ser um ponto chave para garantir uma boa lubrificação dos olhos, porém, há casos em que colírios e alimentos não são o suficiente e podem ser necessários uso de medicamentos e processos mais invasivos. 

Independente dos casos, é importante consultar um oftalmologista, assim que apresentar incômodo nos olhos, para que ele possa analisar e indicar o tratamento mais adequado para você.

Escolha por IOA!

Somos uma clínica oftalmológica, com profissionais especializados e prontos para melhor atendê-los e cuidar da saúde dos seus olhos.

Por isso, se você apresenta qualquer incômodo na região ocular, procure por um local de qualidade.

Feliz dia da mulher e lembre-se de cuidar da saúde dos seus olhos. E o IOA é a clínica ideal para você!

Agende sua consulta!