Diferenças entre terçol, calázio e conjuntivite

Diferenças entre terçol, calázio e conjuntivite
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Muitos pacientes chegam ao IOA com um pequeno inchaço no olho e uma pequena feridinha e logo relatam: “estou com terçol, doutor”. Muitas vezes porém o paciente está enganado, não é um terçol mas um calázio. 

Essa confusão acaba sendo normal, já que os sintomas são bem parecidos. Por isso, no artigo de hoje vamos abordar as diferenças entre terçol, calázio e conjuntivite. Para isso, vamos conhecer mais cada uma delas.

Conjuntivite:

A conjuntivite é uma condição que se caracteriza pela inflamação da chamada conjuntiva (membrana transparente que recobre o globo ocular e a parte interna da pálpebra), causada por bactérias, vírus ou agentes tóxicos. 

A conjuntivite mais comum é a viral, que é altamente contagiosa e bastante frequente durante o verão. Essa condição não é grave, mas causa muito incômodo e deve ser tratada para que não dê início a uma epidemia nos ambientes que o paciente costuma frequentar.

Terçol:

O terçol é uma condição que surge quando ocorre uma obstrução em uma das glândulas presentes na região das pálpebras, ou quando essas são infectadas por algum tipo de bactéria.

Diferente da conjuntivite, o terçol não é contagioso e pode ser tratado através de:

  • Limpeza da região dos olhos com água morna
  • Compressas de gaze ou algodão encharcado em água morna
  • Pomadas com corticóide e antibiótico
  • Manter as mão limpas

Calázio:

O calázio é a lesão da pálpebra, frequentemente confundido com o terçol. Essa condição se desenvolve através de inflamação da glândula de Meibômio, que é a glândula responsável pela produção da secreção sebácea (um líquido fino e oleoso, responsável pela lubrificação do olho).

O calázio pode ser tratado através de compressas de algodão ou gaze encharcada em água morna. Caso o calázio não desapareça espontaneamente após os cuidados, procure um oftalmologista.

Diferenças:

Como vimos acima, a principal diferença entre as três é que a conjuntivite é altamente contagiosa, enquanto o terçol e o calázio não. Falando de terçol e calázio, a grande diferença entre essas duas é a causa. 

O terçol é é uma lesão infecciosa, como já vimos, diferentemente do calázio e se deve à uma obstrução não infecciosa da glândula de Meibomius. A localização onde a doença aparece também é característica: o terçol acomete mais a margem (borda) palpebral pois inflama folículos dos cílios, glândulas de Zeiss ou Moll (mais periféricas); enquanto o calázio é um obstrução das glândulas de Meibomius, mais distante dos cílios.

Tratamento

É importante ressaltar que o tratamento das três doenças são diferentes são bem diferentes e que o paciente não deve em momento algum administrar automedicação. 

Por isso, o diagnóstico realizado por um oftalmologista é essencial para a cura definitiva da condição. Por tanto, identificando os sintomas entre em contato com o IOA imediatamente e agende a sua consulta, estamos esperando você.


4.8/5 - (9830 votes)