O que é Nistagmo? Tipos, causas e tratamento.

O que é Nistagmo? Tipos, causas e tratamento.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

O que é Nistagmo?

Nistagmo são oscilações rítmicas, repetidas e involuntárias de um ou ambos os olhos conjugadamente. Normalmente o movimento é de lado a lado (chamado nistagmo horizontal), mas também pode ser para cima e para baixo (nistagmo vertical) ou circular (nistagmo rotativo).

Contudo, pode ser considerado normal, quando acontece com o objetivo de acompanhar o movimento da cabeça e focar em uma imagem, mas também pode ser considerado patológico quando acontece mesmo com a cabeça parada, podendo ser consequência de labirintite, alteração neurológica, ou efeito colateral de medicamentos.

Tipos de Nistagmo

Existem até duas categorias de nistagmo:

Nistagmo congênito:

Aparece após o nascimento e é geralmente hereditário. Nestes casos, os olhos se movem simultaneamente, horizontalmente, em movimento de pêndulo. Pode ser devido às dificuldades sensoriais ou distúrbios neurológicos. Em muitos casos, é classificado como uma variante do estrabismo.

Nistagmo adquirido:

É um tipo mais comum, geralmente aparece como consequência de uma doença ou problema de saúde, como um acidente vascular cerebral, distúrbios do ouvido ou esclerose múltipla. 

Causas

O nistagmo é conhecido por causas mais comuns como:

  • Labirintite;
  • Maculopatias;
  • Alterações neurológicas decorrentes de tumores ou pancadas na cabeça;
  • Acidente vascular cerebral;
  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
  • Efeito colateral de medicamentos;
  • Albinismo.

Tratamento

Seu tratamento é feito com o objetivo de diminuir a ocorrência dos movimentos involuntários, podendo ser indicado pelo oftalmologista o tratamento da causa. Pode ser recomendada a suspensão do medicamento responsável pelo nistagmo ou suplementação de vitaminas, quando acontece devido a deficiências nutricionais.

Além disso, o oftalmologista pode indicar alguns medicamentos que podem atuar diretamente no sistema neurotransmissor, além de poder ser recomendado o uso de lentes de contato.

Em casos mais graves, quando os movimentos involuntários são muito frequentes e acontecem independente da posição da cabeça, pode ser necessária a realização de cirurgia para alterar a posição dos músculos que são responsáveis por mover o olho, melhorando, assim, a capacidade de focalização em objetos, além de melhorar a capacidade visual.

Existem uma infinidade de soluções para tratar ou até mesmo curar completamente o Nistagmo, porém, o tratamento dependerá do tipo de nistagmo, e da sua origem, e características específicas do paciente. 

Para saber qual o melhor tratamento, consulte um médico oftalmologista. Você pode também marcar uma consulta na Clínica Oftalmológica IOA e conversar com um dos nossos médicos oftalmologistas.

Rate this post