Riscos do verão para nossos olhos

Riscos do verão para nossos olhos
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Com a chegada do verão, é necessário prestar atenção em alguns pontos essenciais para a saúde. Muitas pessoas pensam que só devemos cuidar da nossa pele e se hidratar durante a estação, mas não é só isso! Os olhos também sofrem com a exposição solar e problemas de visão durante o verão são comuns. 

Durante o verão, os raios solares estão mais fortes, podendo afetar seriamente olhos desprotegidos. 

Diante disso preparamos algumas dicas para você aproveitar ao máximo seu verão, sempre cuidando da sua saúde ocular. Confira abaixo!

O que a exposição aos raios de sol pode causar?

Muitas pessoas utilizam óculos de sol sem a proteção adequada. Não basta apenas comprar armações com lentes escuras, elas devem possuir proteção contra os raios ultravioletas (UVA e UVB), que podem ser causadores de catarata, queimadura da córnea, doenças infecciosas e até mesmo tumores.

 Algumas doenças infecciosas, como a conjuntivite podem surgir devido ao contato com a água de piscinas. Já a catarata é uma perda parcial ou total do cristalino. O cristalino é uma lente biconvexa natural do olho localizado atrás da pupila. Ele colabora na convergência dos raios luminosos para formação da imagem na retina, portanto qualquer alteração na sua constituição afeta a visão nítida.

Mesmo com os riscos citados acima, os raios solares são essenciais para o corpo humano, já que estimulam a produção de vitamina D, que pode oferecer diversos benefícios para o coração. Porém, devem ser regulados, em horários de exposição mais fortes podem causar sérios problemas além dos apontados como insolação, câncer de pele e outros.

Confira 4 dicas para evitar problemas de visão no verão:

1- Proteja os olhos ao nadar

Os riscos nas piscinas são maiores do que pensamos, já que os olhos expostos podem contrair conjuntivite, uma inflamação na membrana externa do globo ocular, que pode ser contagiosa.

A melhor forma de se proteger é a utilização dos óculos de natação, para evitar a irritação dos olhos. Outra opção é a lubrificação dos olhos após o banho de piscina, através de colírios.

2- Utilize chapéus e bonés 

Além dos óculos de sol, o uso de chapéus e bonés também são grandes aliados na proteção dos olhos contra os raios ultravioletas. Ao fazerem sombra sobre a face esses acessórios evitam que esses raios solares atinjam diretamente os olhos.

3- Cuidado ao utilizar lentes de contato

Quem utiliza lentes de contato deve ter o cuidado redobrado ao entrar na piscina. O ideal é retirá-las ou descartá-las assim que sair, pois algumas bactérias podem ficar alojadas entre a córnea e a lente, gerando infecções. Algumas podem causar cegueira e, em casos extremos, até mesmo a retirada do globo ocular.

4- Cuidado com o protetor solar 

O protetor solar é um grande aliado na proteção da pele, mas também é causador de alergias e irritações nos olhos. Por isso, seja cuidadoso ao usá-lo e evite que ele entre em contato com os olhos. Lave bem as mãos após o uso, tente não coçar os olhos e não passe protetor na parte superior da pálpebra, pois com o suor o produto pode escorrer para os olhos.

Além desses cuidados, ao longo de todo ano é importante realizar consultas a um oftalmologista. Sabemos que o verão é uma época de férias, portanto para que você e sua família possam aproveitá-las, o IOA continua trabalhando para que você possa manter esse contato médico importante. Especialmente em caso de perceber algo fora do comum ou alguma irritação em seus olhos. Agende sua consulta agora mesmo e evite surpresas desagradáveis durante seu período de descanso.