Saiba o que causa e como evitar o inchaço das pálpebras

Saiba o que causa e como evitar o inchaço das pálpebras
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Você já deve ter passado pela situação de extremo desconforto em que sua pálpebra fica inchada. Em situações assim provavelmente há alguma inflamação no olho ou um excesso de fluidos (edemas) nos tecidos conjuntivos em torno dos olhos. Esse inchaço pode ser doloroso ou não, e afetar tanto as pálpebras superiores quanto as inferiores.

Existem diversas razões que podem explicar o inchaço nos olhos, como:

  • Infecções;
  • Lesões oculares;
  • Traumas e alergias.

O inchaço nas pálpebras pode ser também um sinal de um problema de saúde potencialmente grave. Por isso é importante procurar um oftalmologista se os sintomas persistirem ou piorarem.

Sintomas do inchaço

As pálpebras inchadas podem ser um sintoma de alergia ou um sinal de uma infecção ocular grave, como:

  • Irritação dos olhos, como uma sensação de coceira ou ardência;
  • Sensibilidade à luz (fotofobia);
  • Olhos lacrimejantes;
  • Visão obstruída (dependendo da dimensão do inchaço);
  • Vermelhidão da pálpebra;
  • Olhos vermelhos e inflamação da conjuntiva;
  • Secreção nos olhos;
  • Secura ou escamação da pálpebra;
  • Dor (principalmente quando o inchaço das pálpebras é causado por infecção).

Causas do inchaço das pálpebras

Existem diversas causas para o surgimento do inchaço nas pálpebras, que vão desde situações leves até aquelas que podem ameaçar a visão. Conheça algumas:

  • Alergias: alergias oculares ocorrem quando o nosso sistema imunológico reage a uma substância que não estamos familiarizados, chamada de alérgeno. Pólen, poeira, pelos de animais, alguns colírios e soluções para lentes de contato são os alérgenos oculares mais comuns. Também é possível ter alguma reação alérgica a maquiagem, que pode provocar o incômodo inchaço nos olhos.
  • Conjuntivite: a conjuntivite é um processo inflamatório da membrana transparente que recobre toda a região branca do olho e a superfície interna das pálpebras. Sua causa pode ser por motivos alérgicos, bacteriana e/ou viral e pode resultar em inchaço das pálpebras, dentre outros sintomas, como olhos lacrimejantes, vermelhos e coceira.
  • Terçol: o terçol é uma inflamação que ocorre ao redor dos olhos quando algumas glândulas, Zeiss e Mol (presentes nas pálpebras) se entopem ou são infectadas por bactérias. Um terçol pode provocar inchaço em toda a pálpebra, deixando-a sensível ao toque também.
  • Calázio: o calázio é uma tumefação (inchaço) da pálpebra, causada pela inflamação de uma das glândulas que produzem material sebáceo, localizadas nas pálpebras superiores e inferiores. Como o terçol, o calázio provoca também o inchaço nas pálpebras e a sensibilidade da área afetada.
  • Lesões oculares: qualquer trauma na área dos olhos, incluindo uma contusão na pálpebra ou um trauma causado por uma cirurgia plástica, pode provocar inflamação e inchaço nos olhos.
  • Blefarite: a blefarite geralmente está associada a um crescimento excessivo de bactérias que vivem ao longo das margens das pálpebras e na base dos cílios. Sendo caracterizada pelo inchaço nas pálpebras e perda dos cílios.
  • Celulite orbitária: essa infecção ou inflamação se localiza na cavidade em que está inserido o olho e seus anexos, ou também, em casos mais graves, nos tecidos profundos da órbita ou na região das pálpebras, causando dor, inchaço e limitação à movimentação dos olhos, levando ao deslocamento interior ocular e sintomas de febre.
  • Doença de Graves: esse distúrbio ocular, decorrente de uma tireóide, muitas vezes está associado a pálpebras inchadas, olhos saltados, visão dupla e pálpebras caídas. Caso o paciente apresente algum destes sintomas, é necessário consultar o oftalmologista o mais rápido possível.
  • Bolsas palpebrais: espécie de inchaço devido à flacidez dos tecidos que formam as pálpebras, com o aparecimento da gordura palpebral.

Como tratar o inchaço das pálpebras?

Independente do motivo, evite esfregar os olhos para não agravar o quadro. 

O tratamento ideal para pálpebras inchadas depende da causa subjacente. Seu oftalmologista pode prescrever medicações ou remédios vendidos sem receita médica, como colírios.

Geralmente, se seus olhos incharam devido a alergias, colírios anti-histamínicos ou medicação oral anti-alérgica, deve resolver. Já outras causas, como conjuntivite ou herpes ocular, é recomendável utilizar colírios, pomadas antivirais, ou anti-inflamatórios e antibióticos. 

Crises leves de inchaço das pálpebras podem ser aliviadas com compressas geladas, porém o mais correto e seguro é consultar um oftalmologista para descartar uma causa mais grave para o inchaço dos seus olhos. O IOA atua em unidades de fácil acesso e de segunda à domingo para que você consiga atendimento no melhor dia e tire todas as dúvidas antes de se submeter a tratamentos caseiros e sem precedentes.