Segurança ocular para praticar esportes

Seguranca-ocular-para-praticar-esportes
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Todos nós sabemos que a prática de esportes é importantíssima para a saúde. Uma boa frequência de exercícios nos garante, além de uma melhora na qualidade de vida, um momento de lazer que diminui os níveis de estresse a longo prazo.

Porém, algumas regiões do nosso corpo podem sofrer lesões graves nesse processo, dores musculares e ósseas são comuns. Mas o que acontece quando a contusão ocorre no rosto ou, mais precisamente, nos olhos?

Alguns estudos mostraram que os traumas oculares no esporte estão em quarto lugar quando falamos de frequência, com 25% do total de casos. Lesões sofridas na rua, em casa e no trabalho são, respectivamente, os que estão na frente.

Veja agora quais são os tipos de lesões oculares possíveis e como evitá-las:

Esportes em que se deve dar maior atenção

Antes, é importante dizer que se o atleta, que pode ser você, tiver algum histórico de cirurgias oculares, altos graus de miopia ou infecções, é necessário que o cuidado seja redobrado, independentemente do esporte.

Futebol

Apesar de estarmos acostumados a ver os jogadores lesionarem locais como tendões e músculos, os olhos também sofrem bastante. Boladas diretamente na cavidade ocular, contatos que envolvem a cabeça e areia são só alguns dos problemas possíveis neste esporte. Por ser uma atividade que não permite o uso de tantos acessórios (apenas óculos de proteção), a principal recomendação é justamente a atenção.

Basquete

Os acidentes que podem acontecer no basquete são bastante similares aos do futebol, com os acréscimos de que as mãos estão muito mais próximas ao rosto e a bola é consideravelmente mais pesada, o que pode ocasionar lesões mais graves ainda. Considerando isso, as recomendações também são bem parecidas: atenção redobrada e óculos de proteção.

Hóquei, tênis e beisebol

Os três estão no mesmo “pacote” por conta da similaridade dos riscos e, consequentemente, das técnicas de proteção. Nesses esportes, um objeto pequeno é utilizado, mas cada um tem seu agravante:

  • Hóquei: Essa modalidade possui um pequeno disco, de 170 gramas, além de todos os jogadores possuírem um taco de madeira. Até por isso, a principal recomendação é regra há bastante tempo: óculos de proteção;
  • Tênis: Normalmente, a bola pinga próxima ao atleta subindo na direção do rosto para que, na altura correta, ele possa rebate-la para o campo do adversário. Porém, em muitas vezes, por conta da velocidade, a bola vai nos olhos do jogador;
  • Beisebol: A regra básica do beisebol consiste em jogar uma pequena bola, parecida com a do tênis, ao rebatedor adversário. No entanto, o mesmo pode errar a bola e, por isso, um integrante do time lançador, fica agachado atrás do rebatedor, o que o deixa sujeito a levar inúmeras boladas e até tacadas no rosto. A proteção essencial, assim como em todos os outros, é o óculos de proteção.

Em caso de qualquer acidente ocular durante a prática de esportes, recomendamos o atendimento oftalmológico de emergência.

Por isso, além de proteger seus olhos na prática de esportes, fale com especialistas!

O IOA possui uma equipe de oftalmologistas pronta para o acompanhamento oftalmológico que você e sua família precisam.

Consultas e exames podem ser feitos conosco, pois aliamos o melhor da oftalmologia com tecnologias de última geração.