Tudo que você precisa saber sobre câncer ocular

Tudo que você precisa saber sobre câncer ocular
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Receber uma notícia médica sobre câncer ocular não é fácil, porém o melhor jeito de lidar com um diagnóstico é sabendo mais sobre ele. 

Neste texto traremos as principais informações sobre vários tipos de cânceres ocular.

Confira conosco e saiba mais sobre essa doença.

O que é o câncer ocular?

O câncer, em geral, é o crescimento descontrolado de células. No caso do câncer ocular, a doença se divide em alguns tipos, pois cada parte do olho possui um tipo de célula diferente.

O olho tem 3 partes principais, podendo ter a manifestação cancerígena em qualquer parte. As partes do olho são:

1 – O globo ocular que é principalmente preenchido com um material gelatinoso chamado humor vítreo e tem 3 camadas principais (a esclera, a úvea e a retina);

 2 – A órbita (os tecidos ao redor do globo ocular); 

3 – As estruturas anexiais (acessórias), como as pálpebras e as glândulas lacrimais.

Tipos de câncer ocular 

Como dito, cada parte do olho possui um tipo diferente de câncer e, com isso, um tratamento e progressão da doença específicos. Veja abaixo:

– Melanoma uveal: É o câncer intraocular primário mais frequente. Cresce lentamente, durante anos de forma assintomática, até chegar a obstruir a visão, descolar a retina, causar hemorragia ou dor dentro do olho e só então ser diagnosticado. Pode começar nos melanócitos da coróide, nos músculos ciliares ou na íris.

– Carcinoma de células escamosas da conjuntiva: Este é um tipo de câncer que começa no revestimento do olho (conjuntiva) causando irritação e formando uma massa sólida em um dos olhos. Raramente causam metástase, mas devem ser retirados com crioterapia.

– Linfoma intraocular primário: Sendo este um câncer muito raro, é um tipo de linfoma não-Hodgkins. Mais frequente em pessoas imunodeprimidas e idosos.

– Meduloepitelioma ocular: Também muito raro, é um câncer embrionário que afeta bebês. Pode começar nos músculos ciliares, íris, retina ou nervo ocular.

– Sarcoma melanocítico: Entre 15 e 30% das crianças com leucemia mieloide aguda tem complicações oculares, e esse é um dos tipos possíveis de leucemia extramedular. Podem ser verdes e são mais frequentes em meninos e em africanos, asiáticos ou latino-americanos, sendo muito raros em adultos. Podem “empurrar os olhos” (exoftalmia), causar dor e sangramento interno (equimose).

– Retinoblastoma: Esse tipo de câncer ocular é originado nas células imaturas (blastoma) que dão origem às células da retina. Sendo que 40% são causados por defeito no gene RB1 e afetam os dois olhos, surgem em menores de três anos. Os outros 60% afetam apenas um olho e surgem em crianças menores de cinco anos. Para informações completas sobre retinoblastoma, clique aqui e veja o artigo Retinoblastoma: O câncer Do Olho. 

Sintomas do câncer ocular

Normalmente, o câncer nos olhos não tem sintomas em seu estágio inicial.

Portanto, ir regularmente ao oftalmologista e fazer exames de rotina são fundamentais para identificar o problema antecipadamente, evitando a evolução da doença.

Sintomas são recorrentes quando o câncer já está em estágio mais avançado. Sendo alguns deles:

  • Dor no olho (principalmente quando o tumor cresce por fora do globo ocular);
  • Manchas pretas ou escuras na íris;
  • Manchas e sombras na visão (pontos ou flashes de luz);
  • Problemas e dificuldades para enxergar;
  • Perda total da visão;
  • Perda de parte do campo visual;
  • Mudança na forma ou tamanho da pupila.

Tratamentos para câncer ocular

Como qualquer tipo de câncer, o câncer ocular deve ter um tratamento traçado junto a um oftalmologista. Somente esse profissional terá condições de sugerir e discutir a melhor abordagem, analisando o tipo e estágio do câncer.

O tratamento sempre visará manter a qualidade de vida do paciente e a qualidade de sua visão.

Entre os tratamentos mais comuns estão: 

– radioterapia;

– quimioterapia;

– medicações de imunoterapia;

– cirurgia e outros.

Como dissemos, o acompanhamento médico é indispensável! 

Se você está procurando uma clinica com profissionais preparados e tecnologia de ponta, entre em contato conosco.

Estamos prontos para prestar o melhor atendimento e mostrar a gama de opções de tratamentos disponíveis.